X-Plane 11 – primeiras impressões


Depois de um longo tempo sem postar,  trago aqui as minhas impressões sobre o X-Plane 11, mais especificamente tratando do desempenho.

A máquina de testes:
Notebook Avell G1711 Fire V3, Core i7-6700HQ @ 2.6Ghz (3.2Ghz max), 16GB RAM, Geforce GTX 960M 2GB VRAM.

A versão do X-Plane é a 11 beta 2, com o cenário da América do Sul instalado, totalizando 15GB de arquivos no disco. Por enquanto nenhum plugin, aeronave ou cenários extras instalados. Ao iniciar nos deparamos com novo menu inicial:

Clicamos em New Flight e temos a tela de “Flight configuration” com a seleção de aeronave, aeroporto e tempo. Além do botão de Settings no conto superior direito.

Nas configurações, na aba Graphics, temos uma tela mais simplificada em relação a versão 10. Vamos a uma rápida explicação sobre cada opção:

  • Visual Effects: Habilita o bump mapping, HDR, Ambiente Occlusion, etc. Está mais relacionado com a geração da placa de vídeo. Nas placas de vídeos de gerações mais novas, é possível habilitar esses efeitos sem muito impacto no frame rate. Na GTX 660M acredito que dá pra utilizar no máximo.
  • Texture Quality: Afeta diretamente a memória de vídeo. Configure de maneira a não ultrapassar a quantidade disponível da placa de vídeo. Mais cenários e aeronaves carregadas no simulador ocupam mais espaço de memória. Não deixe no “máximo (sem compactação)”, além de arquivos gastarem 5 vezes mais memória, a maioria dos cenários e texturas de aeronaves já vem no formato compacto e não fazer diferença na qualidade. Com 2GB de memória, vou deixar em “maximum”
  • Antialiasing: Essa opção diminui os “serrilhados” nos gráficos. Mas afeta diretamente o desempenho do vídeo. Configurações altas requerem modelos de placas com mais processamento, e esse não é o caso da 660. Portanto vou deixar apenas em “2x SSAA+FXAA”.
  • Draw Shadows on scenery: Mostra as sombras dos objetos dos cenários. Esta também é uma opção que impacta seriamente no desempenho. Eu prefiro habilitar e diminuir outras opções para balancear o resultado. Por enquanto, vou deixar desligada no teste inicial.
  • Number os World Objects: Quantidade de objetos que serão mostrados no cenário. Com apenas um slider, configuramos juntos o número de estradas, veículos, árvores, complexidade de objetos, etc. Na versão anterior do X-Plane, tínhamos controles separados para  cada tipo de objeto. Ter apenas um controle limita bastante as possibilidades melhorar o desempenho. Vamos testar cada nível desta opção.
  • Reflection Detail: Essa é uma das grandes novidades do 11, refletir o cenário na aeronave. Quanto maior a configuração, maior a precisão em renderizar na aeronave o cenário em volta. Esta opção também tem grande impacto no desempenho. Essa vou deixar no mínimo.
  • Draw parked aircraft: Posicionar aeronaves “estáticas” nos aeroportos. Dependendo da quantidade, isso pode impactar no frame rate. Para este teste, vou deixar desabilitada.

Para o teste inicial, selecionei o aeroporto de Recife (SBRF), tempo limpo e com as configurações de número de objetos no mínimo. Mesmo com o monitor suportando a resolução fullHD, utilizei 1366×768 no modo fullscreen.

  • Sem objetos nenhum, o resultado foi uma média de 48fps:

 

 

 

  • Aumentamos os objetos para “Low”, com os objetos já começam a parecer e o FPS caiu para 38

  • Com a configuração média, alguns prédios começam a se agrupar e a média diminui apenas um pouco ficando em 35fps

  • Em “high” já temos um aspecto de cidade grande e a média, por incrível que pareça, aumentou ficando em 36fps.

  • Já no “maximum”, caiu apenas um pouco garantindo uma boa média: 32fps

  • Agora para complicar um pouco, vamos habilitar as sombras. Agora o impacto foi grande, diminuindo praticamente em 1/3 do frame rate, ficando em 24fps

Diante disso, como gosto de deixar as sombras habilitadas, essa será minha configuração padrão:

Com as configurações médias e sombras, fiquei com uma média de 29fps. Já a opção de reflexo, não tem como mostrar numa imagem estática, pois seriam praticamente iguais. Notei que o desempenho cai bastante, então preferi deixar no mínimo. E mesmo assim o X-Plane não faz feio, fiquei completamente satisfeito com o efeito. Na imagem seguinte, mesmo com o reflexo aparente na aeronave, só em movimento para saber do que estou falando.

  • Agora vamos a outro ponto importante, o clima! O peso das nuvens influencia bastante no desempenho. Acredito que a renderização de nuvens também está ligada à configuração de número de objetos. Para referência, com a configuração média e tempo limpo, temos a média de 34fps

  • Pulei a configuração “cirrus” pois não apareceu na cena e não houve impacto no frame rate. Na configuração “Scattered”, caiu para 31fps

  • Com o céu em “broken” ficamos com 27fps

  • Já em “overcast” não mudou muita coisa, e se manteve em 26fps

  • A restrição de visibilidade traz uma vantagem, pois quanto mais restrita, menos objetos serão visualizadas. Voltamos para 28fps

  • Com nevoeiro, menos visibilidade, com isso, mais fps: 30

  • E com tempestades, até que o tempo não parece tão ruim. Conseguimos 28fps

Sobre a utilização do hardware, foi possível notar que o X-Plane faz uso de todos os processadores disponíveis:

Já a utilização de memória RAM não passou de 5,5GB e o processador teve raros picos acima de 3Ghz mantendo a média de 2,7Ghz.

 

Considerações finais:

O X-Plane 11 definitivamente não é um programa “leve”, mas o desempenho não ficou tão distante da versão anterior. Praticamente, quem conseguia rodar a versão de maneira confortável, não terá tantos problemas em rodar o 11. E pelo que o simulador entrega para o usuário, apresentou um bom custo benefício. Esta ainda é uma versão beta, acredito que muitas melhorias de desempenho virão pela frente, mas pelo que vi até o momento, já dá pra encarar a migração para o novo simulador.

O frame rate é um número composto de muitas variáveis, depende da posição geográfica, posição da câmera, aeronave, cenários, plugins, outros programas rodando, sistema operacional, etc. Sugiro que façam o teste acima para encontrarem suas configurações ideais. Sempre partindo de um referencial (tudo no mínimo, céu limpo, etc) e depois ir aumentando as configurações e complexidade de cenários, aeronaves, etc. Você pode ter uma configuração ideal para voar com certos tipos de aeronaves, em locais específicos, mau tempo, etc. Não dá pra ter apenas uma configuração “pau pra toda obra”, às vezes você esta voando uma pequena ilha e isso lhe dá a oportunidade de extrapolar nas configurações, outras vezes pode estar voando para um aeroporto movimentado com mau tempo numa cidade com uma grande densidade, e nesse momento você quer fluidez no voo invés de lindos gráficos. Então minha configuração pode não ser ideal para todos, não existe receita de bolo. Cada um deve priorizar suas necessidades o configurar de modo a obter o feeling esperado.

Bons voos.

 


sobre Joz

Especialista em navegação aérea, piloto privado, controlador de tráfego aéreo, formado em Computação pela UFRPE e técnico em Telecomunicações ETFPE.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

11 thoughts on “X-Plane 11 – primeiras impressões

  • carlos abreu

    O jogo tá bom, mas a parte de meteorologia é um desastre, tanto na simulação quanto graficamente. Os programas que tentam melhorar um pouco isso não ajudam muito tb e são caros. Comprei o xplane 11, mas meio que arrependi, principalmente pelo fator clima,

    • Joz Autor do post

      Sobre o clima, tenho que concordar com você. Mas em relação a simulação, a dinâmica de voo é incomparável, e apenas isso me faz não querer voltar para outros simuladores.
      O X-Plane 11 ainda está na versão beta, vamos aguardar um pouco mais para termos novidades.

  • JULIO CAESAR RAMOS

    Comandante, instalei o X-Plane 11 no Win 8.1 e Win 10 para fazer testes. Entretanto, ao acionar o Throtlle pelo meu Saitek X-55 (em qualquer aeronave), não consigo estabilizar o comando de acionamento. Ele fica tremendo sem um ponto fixo. Poderia me orientar sobre isto? Agradeço desde já. Julio Caesar Ramos

    • Joz Autor do post

      Olá Júlio, a calibração á praticamente automática, basta movimentar de um ponto a outro, mas também já ouvi relatos sobre problemas com os controles da Saitek no X-Plane 11, que no momento ainda está na versão beta. Se você testou nas configurações de controles do windows e está normal, nos resta aguardar a versão final do X-Plane para que este problema seja resolvido.
      Abcs

  • Daniel Breitschaft

    Comprei a versão Full Beta e instalei toda a região da América Latina e estou gostando bastante dos novos gráficos e iluminação. Sou de Jundiaí – SP e achei que o terreno ficou bem parecido com o real da cidade, e o aeroporto bem caprichado, contudo gostaria de corrigir alguns hangares e colocar mais detalhes no aeroporto, aí pergunto, você pode fazer alguns tutoriais para mostrar como modificar, remover e inserir objetos e meshes no X-Plane11 ?
    Já consegui trocar a textura do terreno utilizando o Ortho4XP e ficou muito bom, melhorou muito, porém o autogen ainda está um pouco precário e coloca objetos em lugares indevidos.
    Espero ver bastante material para o X-Plane11 aqui no site.
    Forte Abraço!!!

    • Joz Autor do post

      Olá Daniel, infelizmente ainda não consigo retomar os trabalhos com o X-Plane. Mas sobre a edição do mesh, parece que funciona a técnica utilizada na versão 10 com o MeshRemexe. Já os objetos nos aeroportos, o WED deve resolver. Tenho alguns vídeos sobre isso. São antigos, mas devem funcionar. Desculpa não poder escrever todos os detalhes, mas assim que possível estarei de volta para compartilhar conhecimento. 😀
      Abcs

  • Cesar Augusto Sant Anna

    Prezado Joz
    Meu nome é Cesar. Tenho as versões 10 e 11 do xplane. Já tinha a primeira versão instalada e instalei a 11. Acabou dando uma confusáo danada e desinstalei a versáo 11. Gostaria de saber se é necessario desinstalar a versáo 10 para poder rodar a 11.
    Tenho 76 anos, mas a aviaçao esta no sangue.
    Desde já agradeço o esclarecimento que puder me dar .
    Atenciosamente
    Cesar Augusto SantÁnna
    Caso tenha telefone e possa falar comigo, ligarei assim que me der autorizaçao para isso.
    Obrigado

    • Joz Autor do post

      Olá Cesar, o x-plane 10 e o 11 são versões independentes. Podem ser instaladas juntas sem problemas. Na verdade você pode até ter mais de uma instalação de cada versão no mesmo HD ou PC.

  • Muller

    Oi Joz, obrigado por compartilhar as primeiras impressões, gostei muito, principalmente as configurações padrão.
    Tenho pouco tempo em X Plane, aproximadamente um mês, gostei muito dos gráficos, aeronaves. O simulador é bem exigente em CPU e GPU, mas RAM não, roda bem com 8 gigas, apesar que comprei dois pentes de 8gb cada, estão para ser instalados.
    Sou “originário” de outro simulador, FlightGear, onde estou faz uns quatro ou cinco anos, e fiz muitos prédios para aeroportos(Torres, Terminais, etc.), tudo em licença GPL. Mas nem se compara com a qualidade dos prédios que vejo em X Plane. A licença GPL como sabem é bastante restritiva, por Ex.: é proibido usar qualquer coisa do Google Earth.

    • Joz Autor do post

      Olá Muller, vejo que você tem bastante experiência no flight gear. Tenho muita curiosidade em saber como podemos fazer cenários para esse simulador.
      Você ainda continua utilizando o FG?

  • Muller

    Oi Joz, desculpe a demora em responder.
    Faz uns dois ou tres meses que não utilizo o FG, ainda tenho instalado no meu PC.
    Sobre cenário, estive olhando faz pouco tempo e vi que meu ultimo trabalho, ou melhor, diversão, foi um relogio digital que trabalha no horario GMT, foi a pedido de um amigo Inglês, e foi feito em Blender, mas utilizava sempre SU ou quase sempre.
    A principio é muito facil fazer objetos para o FlightGear, usando o SU ou Blender tem um plugin que exporta em formato .ac(é o arquivo base), se quer alguma animação tem que usar também a extensao .xml; tipo iluminação de um Farol, um Radar ou ainda fazer que um barco tenha movimento no cenário.
    Vi um ou de seus videos(Torre de SBLO) em SU e tu fez um trabalho extremamente bem feito.
    Fiz estes 309 objetos por diversão como citei acima, são simples comparados aos existentes em X Plane. Segue o link onde estão os objetos que eu trabalhei . https://scenery.flightgear.org/app.php?c=Authors&a=view&id=109